responsive slider jquery by WOWSlider.com v7.7

Homeopatia no Brasil

De 1840 ao reconhecimento como especialidade em 1980

A Homeopatia foi introduzida no Brasil por Benoit-Jules Mure, discípulo francês de Hahnemann, que aqui chegou em 21 de novembro de 1840. Mure veio ao país para propagar a doutrina social de Charles Fourier, fundando o Falanstério do Saí (comunidade baseada nos princípios de Fourier), em Santa Catarina, o qual não é bem sucedido. Mure volta ao Rio de Janeiro, onde inicia o ensino, a prática e a propagação da homeopatia, e em 2 de julho de 1859, é fundado o Instituto Hahnemanniano do Brasil (IHB) no Rio de Janeiro.

No final do século XIX, a Homeopatia rapidamente se propagou graças aos adeptos do movimento positivista do Instituto Militar de Engenharia. Com o apoio oficial do governo republicano, seu ensino e prática foram reconhecidos, criando-se enfermarias no Hospital Central do Exército e no Hospital da Marinha.

Datas históricas

O ensino da Homeopatia foi oficializado pelo decreto n° 3530, de 25 de setembro de 1918, reconhecendo o IHB como entidade de utilidade pública.

Em 1926, é realizado o 1° Congresso Brasileiro de Homeopatia, no Rio de Janeiro.

A Associação Paulista de Homeopatia (APH) foi fundada em 5 de junho de 1936.

A Liga Homeopática do Rio Grande do Sul (LHRS) foi fundada em 17 de abril de 1941.

O ensino da Farmacotécnica Homeopática em todas as faculdades de farmácia do Brasil foi tornado obrigatório pelo decreto nº 1552, de 8 de julho de 1952.

Em 1976, foi criado o Curso de Especialização em Homeopatia para médicos. No mesmo ano, o governo oficializou a Farmacopéia Homeopática Brasileira.

Em 4 de julho de 1980, pela resolução CFM n° 1000, a Homeopatia foi reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina. No mesmo ano, foi fundada a Associação Médica Homeopática Brasileira (AMHB).

Atualmente, a Homeopatia é uma especialidade, médica, farmacêutica, veterinária e uma habilitação em odontologia, existindo cursos regulares para a formação de profissionais nas áreas de Medicina, Farmácia, Odontologia e Medicina Veterinária.

Fonte: APH