Homeopatas Marcam Dia Naional da Homeopatia com Homenagem a Nova Herma de Hahnemann e Busto de Licínio Cardoso

Com o slogan “Nem um ano sem Hahnemann”, a Liga marcou o Dia Nacional da Homeopatia

Com o slogan “Nem um ano sem Hahnemann”, a Liga Homeopática do Rio Grande do Sul (LHRS) marcou o Dia Nacional da Homeopatia, comemorado ontem (21 de novembro), com homenagem junto à nova versão da Herma de Samuel Hahnemann, no Parque Farroupilha (Redenção). Além da LHRS, participaram da celebração a Sociedade Gaúcha de Homeopatia (SGH), Sociedade Brasileira dos Cirurgiões-Dentistas (SOBRACID), outros profissionais da área de saúde, como médicos, dentistas, farmacêuticos e veterinários, e o artista plástico Luiz Henrique Mayer.

O tema da campanha 2014 “Nem um ano sem Hahnemann” foi escolhido em virtude do furto no início do ano e a reposição da peça em novembro, originalmente inaugurada em 1943, constituindo o primeiro monumento à homeopatia em praça pública da América Latina. Ainda foi roubado em novembro de 2013 o bronze de Licínio Cardoso, homeopata gaúcho de reconhecimento mundial, inaugurado em 1952, também restaurado pelo escultor Mayer, por meio da parceria entre a Prefeitura de Porto Alegre e Sinduscon/RS para recuperação dos monumentos da Redenção.

Durante a homenagem no dia 21, o diretor científico da Liga, médico Ben-Hur Dalla Porta, disse que após um ano de muitas perdas, não só de monumentos de mestres da homeopatia, como dos médicos Javier Salvador Gamarra, do Centro Médico Homeopático Samuel Hahnemann (CMHSH), de Curitiba, PR, e Laércio do Egito, de Recife, PE, “podemos finalmente celebrar o Dia da Homeopatia”. A Herma de Hahnemann e o busto de Licínio Cardoso foram instalados em 11 de novembro, dias antes da homenagem dos homeopatas gaúchos ao Dia da Homeopatia, tradicional desde a década de 1940.

Domingo da Homeopatia
Das 10h às 14h do dia 23/11 (domingo), a LHRS estará com um estande no Brique da Redenção, em frente ao Monumento ao Expedicionário, no qual médicos, farmacêuticos, dentistas e veterinários estarão à disposição do público para informar sobre a especialidade da área da saúde, com distribuição de material sobre a homeopatia. Um relato da história da homeopatia, da Liga e do monumento a Hahnemann também fazem parte da programação. Conforme a presidente da Liga, médica veterinária Elisandra Pezzeta, o objetivo do evento é levar às pessoas a divulgação da homeopatia, uma terapêutica conhecida há mais de 200 anos, sendo a única capaz de tratar o indivíduo e não a doença. “Vamos esperar todos com um bom chimarrão e uma conversa descontraída sobre saúde e história”, convida.

Samuel Hahnemann (Saxônia, 1755 – Paris, 1843, médico, criador da homeopatia).
Licínio Cardoso (Lavras do Sul, 1852 – Lisboa, 1926, médico homeopata gaúcho).